Fabio Baroli

Fábio Baroli (Uberaba, 1981), a descendant of the genealogical branch started in Brazil by Almeida Júnior (1850-1899), produces artworks that express a worldview anchored in country living and the regional imaginary.

Traditional genres – such as portraiture, landscape and still life –blend into everyday scenes from the artist’s life in paintings with sharp and striking gestures: works that reveal traces of editing (montages, collages and interventions) that are characteristic of digital software.

Appropriation and reference to the photographic image are part of the artist’s process. Fábio lives and works in São Paulo.

Solo Shows

2019

Selva-Mata, Zipper Galeria (São Paulo/SP) – curadoria Mario Gióia.

2018

À porta de casa, Periscópio Arte Contemporânea (Belo Horizonte/MG) – curadoria Julio Martins.

2017

Goliath, frei_raum Q21 – MuseumsQuatier (Viena/Áustria) – curadoria Pedro Melo;

When the drought arrives, Galeria Jan Arnold (Viena/Áustria).

2016

Matuto. Matreiro?, Baró Galeria (São Paulo/SP) – curadoria Renato Silva;

Quando a seca entra, Centro Cultural Banco do Nordeste CCBNB – Exposição itinerante (Sousa/PB e Juazeiro do Norte/CE).

2015

Deitei pra repousar e ele mexeu comigo, Centro Cultural Banco do Brasil CCBB (Brasília/DF) – curadoria Renata Azambuja;

Quando a seca entra, Galeria Superfície (São Paulo/SP).

2014

Cor de burro quando foge, Galeria Luciana Caravello Arte Contemporânea (Rio de Janeiro/RJ) – curadoria Raphael Fonseca;

Muito pelo ao contrário, Centro Cultural Banco do Nordeste CCBNB (Fortaleza/CE) – curadoria Renato Silva.

2013

Vendeta: a intifada, Funarte Recife – Sala Nordeste de Artes Visuais (Recife/PE) e Galeria de Arte Teatro SESI (Uberaba/MG) –curadoria Renato Silva.

2012

Vendeta, Galeria Moura Marsiaj (São Paulo/SP) – curadoria Bitu Cassundé;

Domingo, Galeria Laura Marsiaj (Rio de Janeiro/RJ) – curadoria Marcelo Campos.

2011

Lar doce lar, Centro Cultural Banco do Nordeste CCBNB (Sousa/PB);

2010

Narrativas Privadas, Museu de Arte Contemporânea de Mato Grosso do Sul MARCO (Campo Grande/MS);

Erotismo e Apropriação, Centro Municipal Adamastor (Guarulhos/SP);

Narrativas Privadas, Galeria Laura Marsiaj (Rio de Janeiro/RJ).

 

Group Shows

2019

Preview 0.1, Galeria Elvira Moreno (Bogotá/Colômbia) – curadoria Franklin Aguirre;

2017

Contraponto, Museu Nacional de Brasília (Brasília/DF) – curadoria Tereza Arruda;

É tudo nosso, Casa da Cultura da América Latina – CAL (Brasília/DF) – curadoria Clauder Diniz.

2015/2016

Vértices, Centro Cultural Correios – Exposição itinerante (Brasília/DF; Rio de Janeiro/RJ e São Paulo/SP) – curadoria Marília Panitz, Marisa Mokarzel e Pollyanna Morgana.

2014

Prêmio Aquisições Marcantonio Vilaça Funarte 2013, Museu de Arte Moderna MAM/RJ (Rio de Janeiro/RJ) – curadoria Luiz Camillo Osorio e Marta Mestre;

EntreCopas – Arte brasileira 1950-2014, Museu Nacional de Brasília (Brasília/DF) – curadoria Wagner Barja;

Como refazer o mundo, Galeria Luiz Ferando Landeiro (Salvador/BA) – curadoria Divino Sobral;

Duplo Olhar, Paço das Artes (São Paulo/SP) – curadoria Denise Mattar.

2013

Nossa exposição de desenhos, Casa da Cultura da América Latina CAL (Brasília/DF) – curadoria Quarter to three p.m. e P.I.C.C.R.V.;

Crer em fantasmas: Territórios da pintura contemporânea, Caixa Cultural Brasília (Brasília/DF) – curadoria Marcelo Campos.

2012

Mutatis Mutandis, Galeria Moura Marsiaj (São Paulo/ SP) – curadoria Marcelo Campos;

64º Salão Paranaense, Museu de Arte Contemporânea do Paraná– MAC/PR (Curitiba/PR);

3º Prêmio Belvedere de Paraty – artista residente (Paraty/RJ); Territórios, Funarte Recife – Sala Nordeste de Artes Visuais (Recife/PE) – curadoria Bitu Cassundé;

Convite à Viagem – Rumos Artes Visuais 2011/2013, Instituto Itaú Cultural (São Paulo/SP) – coordenação Agnaldo Farias;

2011

30º Salão Arte Pará, Fundação Romulo Maiorana (Belém/PA);

X Prêmio de Arte Contemporânea do Iate Clube de Brasília (Brasília/DF);

2º Prêmio Belvedere Paraty Arte Contemporânea, Galeria Belvedere (Paraty/RJ);

10º Salão Nacional de Arte de Jataí (Jataí/GO);

39º Salão de Arte Contemporânea Luiz Sacilotto, Casa do Olhar (Santo André/SP);

2010

Aos ventos que virão… Brasília (1960 – 2010), Espaço Cultural Contemporâneo – ECCO (Brasília/DF) – curadoria Fernando Cocchiarale;

16° Salão Unama de Pequenos Formatos, Galeria de Arte Graça Landeira (Belém/PA);

arquivo Brasília: cidade imaginário, Espaço Cultural Marcantonio Vilaça (Brasília/DF) – curadoria Renata Azambuja;

Brasília Prazer de Pintura, Galeira Fayga Ostrower da Funarte / MinC (Brasília/DF) – curadoria Bené Fonteles;

Projeto Ocupação Contemporânea, Referência | Galeria de Arte (Brasília/DF) – curadoria Marcus Lontra;

2º Salão Fundarte/Sesc de Arte 10×10, Sesc de Uruguaiana (Uruguaiana/RS);

Mostra Coletiva Olheiro da Arte, Centro Cultural da Justiça Eleitoral CCJE (Rio de Janeiro/RJ) – curadoria Fernando Cocchiarale.

2009

1° Prêmio Espaço Piloto de Arte Contemporânea, Galeria Espaço Piloto (Brasília/DF);

28° Salão Arte Pará, Museu da UFPA (Belém/PA);

4º Espaço expositivo Beco da Arte – Projetos para o quarto, Beco da Arte (São Paulo/SP);

9º Salão de Artes Visuais de Guarulhos, Centro Municipal de Educação Adamastor (Guarulhos/SP);

2º Salão Fundarte/Sesc de Arte 10×10, Galeria de Arte Loíde Schwambach (Montenegro/RS);

Salão de Artes de Novo Hamburgo, Espaço Cultural Albano Hartz (Novo Hamburgo/RS);

57º Salão de Artes de Piracicaba, Pinacoteca Miguel Dutra (Piracicaba/SP);

5° Salão de Artes Plásticas de Suzano, Centro Cultural Francisco Carlos Moriconi (Suzano/SP).

2008

Semblantes, Galeria da Faculdade de Artes Visuais – UFG (Goiânia/GO);

Museu Universitário de Arte – MUnA (Uberlândia/MG) e Casa da Cultura da América Latina – CAL (Brasília/DF) – curadoria Wagner Barja;
Ocupação da Galeria do Espaço Piloto, Galeria Espaço Piloto UnB (Brasília/DF) – realização Núcleo Fora do Eixo;

2007

Telúrico – escultura para o espaço público, Campus Universitário Darcy Ribeiro – UnB – Plano Piloto (Brasília/DF) – coordenação Miguel Simão.

2006

multipliCIDADE, Ações e Intervenções Urbanas na ilha de Vitória (Vitória/ES) – organização Coletivo Entretantos;

Catedral Rosa, Intervenção Urbana na Catedral de Brasília (Brasília/DF) – coordenação Gê Orthof;

 

Awards

2013

Prêmio Aquisições Marcantonio Vilaça Funarte;

2012

Indicado ao Prêmio Investidor Profissional de Arte – PIPA; Prêmio Funarte de Arte Contemporânera – Sala Nordeste de Artes Visuais Recife;

2011

Rumos Itaú Cultural Artes Visuais 2011-2013 – Convite à viagem; 10º Prêmio de Arte Contemporânea do Iate Clube de Brasília (Brasília/DF);

2009

1° Prêmio Espaço Piloto de Arte Contemporânea, Galeria Espaço Piloto (Brasília/DF);

9º Salão de Artes Visuais de Guarulhos, Centro Municipal de Educação Adamastor (Guarulhos/SP);

28° Salão Arte Pará, Museu da Universidade Federal do Pará – UFPA (Belém/PA);

5° Salão de Artes Plásticas de Suzano, Centro Cultural Francisco Carlos Moriconi (Suzano/SP).

 

Collections

Museu de Arte Moderna – MAM/RJ, Brasil;

Museu de Arte do Rio – MAR, Rio de Janeiro, Brasil;

Brazil Golden Arts Investiments, São Paulo, Brasil;

Museu Nacional de Brasília, Distrito Federal, Brasil;

Museu de Arte Contemporânea do Mato Grosso do Sul, Brasil;

Fundação Romulo Maiorana, Belém, Brasil;

Centro Cultural UFG, Goiânia, Brasil.